Seja bem-vindo

7 de Julho de 2014

O Jardim da Praça - Uma realidade




Fase final das obras

Obra terminada

Em 23 de Julho de 2013, demos aqui notícia da demolição, transporte e limpeza dos escombros de duas casas de habitação que infelizmente foram consumidas pelo incêndio ocorrido em 8 de Janeiro desse ano.

Passado um ano, com a introdução de medidas de requalificação e aproveitamento desse espaço junto à praça da aldeia, é hoje possível disfrutar de um pequeno mas airoso jardim (a que se chamou Jardim da Praça) que, dada a sua privilegiava localização, parece dar as boas-vindas a todos os que atravessam a artéria principal da aldeia.

A todos os que intervieram e que permitiram a execução desta realidade, um verdadeiro bem-haja.

xxcucoxx

29 de Maio de 2014

Regulamentação da Paisagem Protegida - Serra da Gardunha -


Mapa do limite da área de paisagem protegida
Fonte: http://www.cm-castelobranco.pt/pdf/avisos/regulamento_apsg.pdf


O Regulamento da Paisagem Protegida Regional da Serra da Gardunha, um projeto conjunto dos municípios do Fundão e de Castelo Branco, foi publicado em Diário da República (DR) no passado dia 16 de Maio do presente e entrará em vigor dentro de 15 dias.

O novo regulamento, que reconhece a Serra da Gardunha como área de paisagem protegida, estabelece um conjunto de regras relativas à gestão e aproveitamento do espaço, tarefa que ficará a cargo da Agência de Desenvolvimento Gardunha 21 (ADG21) e que permitirá uma gestão "mais próxima" daquele espaço.

Para melhor conhecer o enquadramento deste regulamento, consultem, por favor:
https://dre.pt/pdf2sdip/2014/05/094000000/1285412858.pdf

xxcucoxx

Dia da Espiga



O Dia da espiga ou Quinta-feira da espiga é uma celebração portuguesa que ocorre no dia da Quinta-feira da Ascensão com um passeio matinal, em que se colhe espigas de vários cereais, flores campestres e raminhos de oliveira para formar um r...amo, a que se chama de espiga.

Segundo a tradição, o ramo deve ser colocado por detrás da porta de entrada, e só deve ser substituído por um novo no dia da espiga do ano seguinte.

As várias plantas que compõem a espiga têm um valor simbólico profano e um valor religioso.

Crê-se que este costume, com mais incidência nas regiões a sul de Portugal, tenha as suas raízes num antigo ritual cristão que consistia na bênção dos primeiros frutos, mas as suas características fazem-nos adivinhar origens bem mais remotas, muito provavelmente em antigas tradições pagãs naturalmente associadas às festas consagradas à deusa Flora que ocorriam por esta altura e a que a tradição dos maios e das maias também não é alheia.

É crença do povo que a espiga apanhada na quinta-feira da Ascensão proporciona felicidade e abundância no lar. Aliás, a espiga de trigo propriamente dita representa a abundância de pão, o ramo de oliveira simboliza a paz, as flores amarelas e brancas respetivamente o ouro e a prata que significam a fartura e a prosperidade.

Noutros tempos, era costume na cidade, as moças que estavam de criadas de servir, ainda arreigadas a antigas usanças das suas terras de origem, pedirem às patroas para que lhes concedessem licença nesse dia para irem apanhar a espiga... Não raras as vezes, um bom pretexto para irem ao encontro do namorico, pois quase sempre apenas tinham permissão de folga ao domingo. Aliás, devido em grande medida à liberdade que a festa proporcionava aos jovens nesse dia, a apanha da espiga adquiriu bem depressa um sentido mais malicioso sempre que as pessoas a ela se referem.

Atualmente, algumas ruas de Lisboa enchem-se de vendedeiras de ramos de espigas, as quais são cada vez mais solicitadas inclusivamente por pessoas cujas raízes culturais já nada tem a ver com tais costumes mais próprios do meio rural. Provavelmente, atraídas pela beleza com que se apresentam os ramos. Em todo o caso, procurando cumprir um ritual que ajuda a preservar uma tradição!

A simbologia por detrás das plantas que formam o ramo de espiga:

Espiga – pão;
Malmequer – ouro e prata;
Papoila – amor e vida;
Oliveira – azeite e paz; luz;
Videira – vinho e alegria e;
Alecrim – saúde e força.

Tenham um feliz dia da espiga.

xxcucoxx

21 de Maio de 2014

Levadas do Ocreza - Uma visita aos nossos antepassados


A Freguesia de Louriçal do Campo, localizada na vertente Sul da Serra da Gardunha, Concelho de Castelo Branco, cujos património, paisagem, biodiversidade e modo de vida do seu povo – de agora e de outrora – convertem esta freguesia numa das mais privilegiadas da região, principalmente para quem procura o contacto genuíno com a Natureza e com o Mundo Rural. 

Neste sentido, tem todo o prazer em realizar, no fim de semana 30 de maio a 1 de junho, o Evento “Levadas do Ocreza – Feira dos Moleiros”. Ao longo do fim de semana, os visitantes irão desfrutar de um vasto programa de atividades que aliam a tradição ao progresso. 

O evento promete encher-se de cor, música, animação e surpresas. Para além da “Feira dos Moleiros”, onde poderão encontrar Artesanato e Gastronomia Regional, os nossos visitantes terão oportunidade de participar nas várias atividades que vão decorrendo, como “Passeio Pedestre – Rota Interpretativa do Ocreza e da Gardunha”, ”Passeio de BTT”, Jogos Tradicionais, Gincanas e um Peddy Paper em torno da história e tradições da Freguesia. 

Os visitantes são convidados a participar no “Concurso de um Slogan”, cujo mote será “Louriçal do Campo”, Concurso Fotográfico “O Ocreza das Levadas, Caminhos de Vida e Tradição” e Concurso de Pastelaria “Frutos Vermelhos”, cujos funcionamento e regulamento serão explicados pela organização do evento na receção aos participantes. 

Esta iniciativa é uma organização conjunta da Junta de Freguesia, da CantardeCuco – Associação dos Amigos de Louriçal do Campo, Centro de Dia e Social de São Bento, com o apoio do Município de Castelo Branco, Associação de Compartes de Louriçal do Campo – Sapadores Florestais, Casa da Tapada da Renda – Lar de Infância e Juventude Especializado e Sociedade Filarmónica de Louriçal do Campo. 

Agradecemos a sua divulgação, cujo programa anexamos. Para qualquer esclarecimento, estamos ao dispor. Na expetativa de podermos contar com a Vossa presença, com os nossos melhores cumprimentos,

P´la Organização Pedro João M. Serra (Presidente da Junta de Freguesia de Louriçal do Campo).

Por: https://www.facebook.com/pages/CantardeCuco-Associa%C3%A7%C3%A3o-de-Amigos-de-Louri%C3%A7al-do-Campo/461616420634221?fref=ts

xxcucoxx