Seja bem-vindo

5 de março de 2015

Cheiro a terra mexida. Aproxima-se a Primavera (...)


As condições meteorológicas que ainda se fazem sentir são típicas do Inverno. Contudo, por vezes as carregadas nuvens que pairam no céu, já deixam espreitar alguns e quentes raios solares.

Por esta altura do ano, as podas estão terminadas e a primavera aproxima-se. Com ela, chega também a preparação dos terrenos agrícolas para as primeiras sementeiras do ano.

A preparação e o cavar das terras de cultivo são feitas com a ajuda preciosa de máquinas e alfaias agrícolas. É nesta fase que, também é adicionado fertilizantes orgânicos para que a terra fique mais fértil.
Preparação do terreno

As sementeiras de primavera (normalmente ainda nos finais de Fevereiro) iniciam-se com a sementeira das batatas têmperas. Tal como o seu nome indica, são batatas da tarimba (do ano passado) que são as primeiras a semear.
Sementeira de tradicional

O maior “inimigo” é a geada. Quando fortes, “queimam” a rama da batateira ainda frágil. Para evitar este possível cenário (pois ninguém consegue prever os fenómenos mais adversos que a natureza nos dá), aproveitam-se as terras de cultivo com algum arvoredo para que assim a sementeira fique menos desprotegida.
Batatal
Batateira em desenvolvimento

Em perfeitas condições, as batatas amadurecem aproximadamente entre 14 e 16 semanas. Quando a rama ganha flor, é sinal que estão quase prontas para serem colhidas. Após esta fase, a rama começa a ficar seca e de cor amarelada. Significa então que, os tubérculos alcançaram o seu desenvolvimento máximo e assim, estão prontas para serem extraídas da terra.
Flor da batateira
Mediante as condições de acesso aos terremos de cultivo, assim se escolhe os utensílios a utilizar na sua extracção. Em terrenos de maior dificuldade de acesso, é utilizada a enxada cavando a terra para extrair o tubérculo.
A batata
Finalizada a extracção, segue-se a apanha, recolha e armazenamento da batata em locais secos e cobertos.

xxcucoxx

17 de fevereiro de 2015

"Entre todos os meses, fevereiro é o mais curto e menos cortês"

Almanaque - Ano 2015


Estamos em fevereiro. As geadas matinais dão lugar a um sentimento de frio aquando da saída dos aposentos.



As manhãs são abençoadas pelos primeiros raios solares mas também, e principalmente nos baixios, por um manto de gelo – geada- que, se terá formado pelas baixas temperaturas sentidas durante a noite anterior.



Os animais entretanto abrigados em currais dão sinal e necessidade de alimento. Os alimentos ficam queimados pelo gelo prejudicando assim a sua natural alimentação. Os dias tendem em ser maiores mas, não será sinónimo de mais horas de alimento pois, o gado sai dos currais a meio da manhã para que o efeito da geada, não afecte a sua saúde. Nesta época do ano, a sua dieta alimentar é reforçada por suplementos, normalmente, rações e outros a fim de evitar a desnutrição.



Consultámos o mais conhecido o Almanaque 2015. De tiragem anual, fez este ano, 86 anos desde a sua primeira publicação. Destinando-se, sobretudo, aos “homens da terra” ali, podiam ser consultados os feriados e feitas anuais, as fases da lua e, entre outros, o estado da meteorologia associada às épocas dos trabalhos agrícolas.



“Entre todos os meses, fevereiro é o mais curto e menos cortês” Eis o proverbio escolhido para circunscrever o mês do ano vigente. Os dias tendem em crescer (daí ser considerado o mês mais curto). No Almanaque, pode ler-se que “Neste mês os dias aumentam: em Lisboa 1h.02m.; no Porto1h.08m.”. Mas este mês, é também o menos cortês do ano dadas as rigorosas condições meteorológicas (geadas, frio, neve, chuva, …).



xuccoxx

11 de fevereiro de 2015

Carnaval' 2015 - Louriçal do Campo




O Carnaval apresenta-se dentro de dias. Louriçal do Campo prepara-se assim para mais um evento social onde fará parte, não só o cortejo carnavalesco pelas ruas principais da Aldeia, (por iniciativa da Organização do Centro de Dia de São Bento), mas também festa de arromba que promete divertir os presentes. Esta por parte da Organização dos festejos de S. Fiel e Sto António, ano 2015.

Venham divertir-se e de bom agrado porque afinal, no Carnaval, ninguém leva a mal.

xxcucoxx

19 de janeiro de 2015

Louriçal do Campo sob um manto branco

A mãe natureza brindou-nos, durante este passado fim-de-semana, com um grande manto branco que cobriu a Serra da Gardunha. Era neve…  As condições meteorológicas sentidas nesse Sábado e no local, davam tais previsões. Domingo acordámos com a nossa serra da Gardunha coberta de neve (ou pelo menos até meio).

Conseguimos subir até ao ponto mais alto e até que as condições de segurança o permitissem para tentar obter as melhores fotografias possíveis. Eis as provas....










Serra da Gardunha

xxcucoxx